É notícia
AMCP - Inscrições abertas para a sessão de formação em Ética Médica - 19 outubro

Médicos Católicos alertam sobre Ideologia de Género e crenças perigosas na Internet

Estão abertas as INSCRIÇÕES para participação no curso de formação em Ética Médica promovido pela Associação dos Médicos Católicos Portugueses (AMCP) agendado para 19 de outubro, no Anfiteatro do Instituto São João de Deus, em Lisboa.

O programa estabelecido inclui conferências a cargo de especialistas e investigadores portugueses e espanhóis, sobre temas como a relação médico-doente; a objeção da consciência na medicina; as decisões éticas centradas nas famílias; o impacto das notícias falsas (fake news) na saúde; a relação entre a ética médica e a doutrina da Igreja; e a ideologia de género.

Ao trazer o tema da ideologia de género para a ação de formação, a Associação dos Médicos Católicos Portugueses sublinha a importância de se promover na sociedade a harmonia entre a dimensão biológica e a dimensão psicológica/social da identidade sexual. As situações em que essa harmonia não se verifica — designadas como «disforia de género» — são muito raras e devem ser acompanhadas individualmente por médicos e outros profissionais de saúde competentes e especializados.

A AMCP rejeita a apropriação desta condição médica por uma ideologia sem bases científicas, assente na proposição de que os sexos masculino e feminino são apenas uma construção mental e alerta para os perigos do impacto desta ideologia na educação, na política, na família e em outras áreas da sociedade.

A associação profissional católica considera que em Portugal se corre o risco de se tomarem decisões legislativas que, para além de não trazerem qualquer benefício em termos de saúde para as crianças e adolescentes com «disforia de género», impõem às escolas a doutrinação de professores e alunos com base numa ideologia que promove com radicalismo um mundo assexuado («a utopia do neutro»), desligado da realidade biológica, e que exclui as famílias e os profissionais da medicina de uma área fundamental que é a da identidade sexual humana.

Entre os vários tópicos de formação propostos, outro tema atual estará em destaque no curso: o das notícias falsas (fake news) na saúde, uma área particularmente sensível a este fenómeno. A AMCP sublinha que existe uma falsa equivalência de crenças erradas – disseminadas pela Internet, mas sem qualquer escrutínio científico – com a medicina moderna e rigorosa. As crenças perigosas na área da saúde — veja-se o caso da utilização de testosterona por jovens à procura do «corpo perfeito» — podem conduzir a verdadeiras tragédias pessoais sobre as quais é preciso refletir.

As inscrições para participação nesta ação de formação são obrigatórias e devem ser efetuadas preferencialmente on line, por meio do preenchimento de um FORMULÁRIO.

Tal como a primeiro módulo de formação, realizado a 11 de maio deste ano e que contou com uma centena de participantes de todo o país, a sessão de outubro é aberta, mediante inscrição prévia, à participação de todos os interessados na temática proposta, e não apenas e em exclusivo a médicos e estudantes de Medicina.

10 de setembro de 2019

AMCP - Inscrições abertas para a sessão de formação em  Ética Médica - 19 outubro

contacto

+351 962 747 440
Fátima | Portugal

Newsletter

Registe-se na nossa newsletter.